quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Amor e Decepção...

Por mais que se diga: "Eu nunca vou me apaixonar" ou "Está pra nascer alguém pra me fazer sofrer por amor" temos que nos dar conta de que o amor é inevitável, ele surge quando menos se espera e quando chega deixa o coração sem defesas. Mas quando ele vem, normalmente não vem só...está quase sempre acompanhado de outro sentimento - A DECEPÇÃO. Dizem que a única forma de não nos decepcionar é não confiar demasiadamente em ninguem. Mas quem ama, ou já amou de verdade sabe que é quase impossiel não se entregar ao outro, não colocar nossas vidas nas mãos daquele que julgamos ser A PESSOA PERFEITA. Porém é muito sábia a frase que diz:"Por mais que doa a decepção não mata, ela apenas nos ensina a viver". Um amor quando parte o coração é como se abrisse uma enorme ferida, por mais que se tente remendar...a ferida aberta pode se fechar, mas a cicatriz jamais se apagará. Antes de ferir um coração pense que você pode estar lá dentro! Apesar das dores que senti, e ainda sinto, consegui tirar uma boa lição disso tudo...Antes de amar alguém é preciso amar a mim mesma, pois ninguem no mundo, por mais maravilhoso e encantador que possa parecer, irá deixar de viver sua vida para viver a minha....por isso antes de "mergulhar" em uma relação, veja até que ponto isso vai valer a pena! Nunca é tarde demais para corrigir nossos erros.
"Há quem diga que o amor é a base de tudo, porém eles se esquecem que:
Há os que se anulam em nome do amor e acabam abandonbados.
Há os que investem tudo nos outros acreditando que serão correspondidos e vivem reclamando do egoísmo alheio.
Há os que sonham com o amor PERFEITO, pretendem encaixar o ser amado nesse modelo e acabam descobrindo que cada um é como é e não temos poder para mudar ninguém.
Há os que confudem paixão com amor. Não percebem que paixão é admirar no outro o que recalca em si. Quando a ilusão projetiva desaparece percebemos o ridículo dos nossos atos apaixonados.
Há os que confudem apego com amor. São egoístas que esperam do outro exatamente o que não se dão.
O amor verdadeiro nunca faz sofrer. Traz alegria, motivação e prazer, agindo sempre com seu poder de harmonias as relações humanas.
Quando ser feliz passa a ser um objetivo, sério nós logo percebemos que COM O AMOR NÃO SE BRINCA." (Zíbia Gaspareto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário